terça-feira, 10 de março de 2009

A salada de tomate perfeita

Adoooooro salada de tomate, mas não de qualquer uma. E, pasme-se, gosto ainda mais dela no dia seguinte.
3 tomates grandes, bons, maduros (mas firmes), carnudos, saborosos, orgânicos de preferência (ah pois!)
1 cebola pequena
azeite muito bom
vinagre balsâmico tinto muito bom
sal grosso
orégaos (que podem ser secos) ou manjericão fresco
queijo fresco em cubinhos
uma faca muito bem afiada
Não tiro a pele ao tomate, porque o corto em fatias finíssimas (e quando digo finíssimas, é meio centímetro no máximo - e já é muito) nem as graínhas, porque gosto delas no molho. A cebola também é cortada o mais fina possível, em meias luas para ser mais fácil. Misturo, tempero (pouco azeite, muito vinagre, sal e ervas q.b.), misturo bem e enfio-a no frigorífico por umas horas, se possível. Antes de servir, junto o queijo.
.